09012013

Noventa e dois alunos do projeto Reconstruindo O Futuro já estão sendo encaminhados ao Balcão de Empregos para garantir uma vaga no mercado de trabalho. De acordo com o secretário de Trabalho e Renda, José Alberto Nogueira, foi publicado no Diário Oficial da última sexta-feira (24) a certificação de legitimidade dos cursos promovidos pela pasta em parceria com a concessionária Vital Engenharia. “Com um diploma na mão, fica muito mais fácil conseguir um emprego digno e melhorar a qualidade de vida dessas pessoas”, falou o secretário.

Antes de receberem a qualificação, os alunos trabalhavam como catadores no antigo lixão da Codim ou viviam em situação de vulnerabilidade social dentro da Terra Prometida, comunidade onde moravam. Os cursos de alvenaria, pintura de parede, solda, bombeiro hidráulico, eletricista e de elaboração de pisos e azulejos eram ministrados no Ciep Pedro Álvares Cabral, dentro da comunidade, e tiveram duração de três meses, com aulas teóricas e práticas. Segundo José Alberto, o objetivo da secretaria ao criar o projeto foi de mostrar que é possível seguir um novo caminho.

— Muitos desses alunos pensaram que, com o fechamento da Codim, não haveria futuro e nós mostramos o contrário, que além de conseguir outro emprego, eles também conseguem melhorar por completo a condição suas condições financeiras — explicou.

Além do encaminhamento ao Balcão de Empregos, a Secretaria de Trabalho e Renda também mantém um contato com diversas empresas, onde o currículo desses alunos é enviado e, se houver interesse, essas pessoas já são diretamente chamadas para entrevistas. “A empresa Odebrecht, por exemplo, ganhadora da licitação para a construção das casas do programa Morar Feliz, sempre nos procura para empregar os formandos dos cursos de qualificação. Com a parceria dessas empresas, podemos apresentar um leque de oportunidades para essas pessoas”, finalizou. 

 

Data: 04/06/2013.

Busca Principal