Não basta ser competente. Para se ter sucesso em todas as áreas da vida, inclusive na profissional, é preciso também ser discreto e educado. A discrição é a principal virtude de uma pessoa consciente e civilizada. Serve como um trampolim para o sucesso pessoal, social e profissional. Entrar e sair dos lugares com classe, quase que despercebido (a), não incomodar os outros, lembrar-se da seguinte frase: "Minha liberdade termina onde começa a do próximo", sem dúvida, são atitudes que colaboram.

Dicas de etiqueta:

  • Pontualidade é ponto de honra.
  • Roupas discretas, sem modismos.
  • Nunca se esqueça de que a primeira impressão é a que fica.
  • Tenha sempre cartões profissionais disponíveis.
  • Porta aberta não significa "entre".
  • Pare à porta, sorria peça licença. Ao ser autorizado entre, cumprimente com um "bom dia" ou expressão adequada para o horário, mas só estenda a mão se o interlocutor o fizer primeiro, e só se sente se for convidado por ele.
  • Ao conversar olhe nos olhos.
  • Aprenda a ouvir.
  • Não se distraia durante a conversa.
  • Não cruze os braços.
  • Não se sente de qualquer jeito.
  • Não fale alto ou grite.
  • Respeite para ser respeitado

ÉTICA PROFISSIONAL

Procure ser sempre honesto. Pensar em ética no trabalho é pensar, antes de tudo, em honestidade. Muito mais que mero diferencial competitivo, ter ética é um fator determinante na carreira de um profissional. Isso porque as empresas vêm pautando cada vez mais a sua atuação pela ética, exigências que cresce à medida que aumenta a consciência da sociedade acerca de seus direitos e deveres. O nosso padrão de comportamento reflete quem somos e o tipo de organização de que fazemos parte.

Dicas de ética:

  • Nunca faça algo que não possa ser assumido em público.
  • Esteja aberto a críticas e opiniões e, quando solicitado, procure opinar sem julgamentos precipitados ou idéias preconcebidas.
  • Seja pontual e assíduo. Isso gera credibilidade, algo extremamente difícil de recuperar quando se perde.
  • Esteja sempre atento à produtividade. Não adianta ser pontual e não produzir o necessário.
  • Seja transparente. Evite fofocas e críticas feitas “por trás”: estas dificilmente são construtivas.